VISITAS...ADOOOORO...

►•◄

24 de out de 2012


O que é fotossíntese


O que e fotossíntese
Um processo feito através de seres autotróficos, alguns organismos e plantas que são responsáveis por transformar a energia luminosa e, dióxido de carbono, água, composto orgânicos e oxigênio, ou seja, em energia química que se classifica como um processo do anabolismo que a partir da luz a planta acumula energia formando a adenosina trifosfato ou ATP e sem a fotossíntese muitos animais e seres vivos não sobreviveriam pelo fato de se alimentarem das substâncias orgânicas que as plantas verdes fornecem. As cores das plantas estão completamente ligadas à fotossíntese. Por mais que a luz solar cause tantos malefícios ao planeta e até para nossa saúde antes de tudo ela é extremamente importante para a sobrevivência do planeta, assim como a energia solar é importante os vegetais ou a flora também é de extrema importância para tal sobrevivência, os dois fatores caminham sempre juntos.
Quando a luz solar entra em contato com a Terra logo é absorvida pelos vegetais que se encarregam de transformar em energia química como já citamos a cima, este processo é um dos responsáveis pela vida no planeta e é o único que o realiza, este processo libera oxigênio e absorve o gás carbônico, tornando o ar então respirável, a pigmentação verde das plantas está completamente relacionada com a fotossíntese, porque a coloração é devido a clorofila ela que é responsável por deixar as plantas em diversos tons de verde e ela também responsável pela captação da luz solar a transformando em energia química, além dos vegetais absorverem o gás carbônico absorvem também a água que vem do solo através de suas raízes e isso faz uma reação o oxigênio e a glicose, a energia que ela necessita para sobreviver.
Em seguida quando o processo da fotossíntese e a produção da glicose já foram feitos os vegetais trabalham a respiração, antes de liberar a glicose eles precisam estar respirando porque é a través da respiração que a glicose será liberada assim como os seres humanos respiram e liberam energia produzida pelos alimentos ao longo do tempo, e como um ser- vivo os vegetais também transpiram para iniciar então outro ciclo, simplesmente a evaporação da água contida na planta para facilitar à absorção através das raízes, além da luz a água também é muito importante para que este processo seja realizado.

Fonte:http://www.blogers.com.br

As 7 Maravilhas do mundo moderno.   1 - Coliseu de Roma
LocalizaçãoRoma, Itália                 Fonte:
http://tubaroes.com.sapo.pt



2 - Taj Mahal
LocalizaçãoAgra, Índia



3 - Chichén Itzá
LocalizaçãoMéxico



4 - Machu Picchu
LocalizaçãoPerú



5 - Cristo Redentor
LocalizaçãoRio de Janeiro, Brasil



6 - Petra
LocalizaçãoJordânia



7 - A Grande Muralha da China
LocalizaçãoPequim (Norte de), China

23 de out de 2012


Soneto do amigo

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...
Vinicius de Moraes

Buraco Negro


De forma simplificada, buraco negro é uma região do espaço que possui uma quantidade tão grande de massa concentrada que nada consegue escapar da atração de sua força de gravidade, nem mesmo a luz, e é por isso que são chamados de “buracos negros”.
Concepção Artística de um Buraco Negro
Concepção Artística de um Buraco Negro
Até hoje a melhor teoria para explicar este tipo de fenômeno é a Teoria Geral da Relatividade, formulada por Albert Einstein. Mas, para entender melhor do que se trata um buraco negro é preciso entender alguns conceitos.
Segundo a teoria de Einstein, a força da gravidade seria uma manifestação da deformação no espaço-tempo causada pela massa dos corpos celestes, como os planetas ou estrelas. Essa deformação seria maior ou menor de acordo com a massa ou a densidade do corpo. Portanto, quanto maior a massa do corpo, maior a deformação e, por sua vez, maior a força de gravidade dele. Consequentemente, maior é a velocidade de escape, força mínima que deve ser empregada, para que um objeto possa vencer a gravidade deste corpo. Por exemplo, para que um foguete saia da atmosfera terrestre para o espaço ele precisa de uma força de escape de 40.320 km/h. Em Júpiter, essa força teria de ser 214.200 km/h. Essa diferença muito grande, é porque sua massa é muito maior que a da Terra.
É isso que acontece nos buracos negros. Há uma concentração de massa tão grande em um ponto tão infinitamente pequeno que a densidade é suficiente para causar tal deformação no espaço-tempo que a velocidade de escape neste local é maior que a da luz. Por isso que nem mesmo a luz consegue escapar de um buraco negro. E, já que nada consegue se mover mais rápido que a velocidade da luz, nada pode escapar de um buraco negro.
Esses tais buracos negros seriam estrelas em seu último estágio de evolução, quando, depois de consumir todo seu combustível, a estrela com massa maior que 3 massas solares, se transformam em uma supernova com um “caroço” no centro. Se a massa deste caroço, que pode ou não se formar, for maior que 2 massas solares ele cai sobre si mesmo, transformando-se em um buraco negro.
Às vezes acontece da estrela evoluir no que chamamos de “sistema binário fechado” quando duas estrelas ficam muito próximas e há transferência de matéria de uma para outra, podendo fazer com que uma delas acumule matéria em excesso provocando sua explosão em uma supernova. Nestes casos, o mais provável é que ela evolua para uma estrela de nêutrons, quando elétrons e prótons se fundem em nêutrons. Mas, acontece que em alguns sistemas a concentração de massa é muito grande e ocorre a formação de um buraco negro que continua “sugando” a massa daquela outra estrela maior.


Esta postagem foi uma homenagem a minha amiga Amanda Jacomelli ,que adora Astronomia.


Tipos de Estrelas

Anã branca: Estrela pequena e quente, que se acredita assinalar o estágio final de evolução de uma Estrela como o Sol. Uma Anã branca é mais ou menos do tamanho da Terra, embora contenha tanta matéria quanto o Sol. Essa matéria compacta é tão densa que um dedal dela pesaria uma tonelada ou mais. As Anãs brancas são tão fracas que mesmo as mais próximas de nós, que giram em torno de Sirius e de Procyon, só são vistas com telescópio.
Anã vermelha: Estrela fria e fraca, de massa menor que a do Sol. As Anãs vermelhas são provavelmente as Estrelas mais abundantes em nossa galáxia, embora seja difícil observá-las em virtude de seu brilho fraco. Mesmo as Anãs vermelhas mais próximas, Próxima Centauri e a Estrela de Barnard, são invisíveis sem telescópio. 
Anã Marron:É um corpo celeste cuja massa é pequena demais para que ocorra uma fusão nuclear em seu núcleo, a temperature e a pressão do núcleo são insuficientes para que a fusão aconteça. Por isso, não pode ser considerada realmente uma estrela.
Binária Eclipsante: Par de Estrelas que giram em órbitas uma da outra. Assim, periodicamente uma delas passa em frente da outra para o observador na Terra. A primeira binária eclipsante descoberta foi Algol. 
Estrelas binárias (ou Estrela dupla): Par de Estrelas que giram uma ao redor da outra. A maioria das binárias dá, a olho nu, a impressão de ser uma Estrela simples. Algumas dessas Estrelas estão tão próximas entre si que sua existência só pode ser deduzida a partir da análise espectroscópica da luz que emitem. Em algumas binárias uma Estrela eclipsa periodicamente a outra.
Estrela de nêutrons: Pequena Estrela densa, que se acredita assinalar o ponto final da evolução de Estrelas com massa maior que o Sol. Uma Estrela de nêutrons tem diâmetro de apenas cerca de 15 quilômetro, embora contenha tanta matéria quanto nosso Sol. Essa matéria está comprimida de tal maneira que um dedal pesaria milhares de milhões de toneladas. Acredita-se que os pulsares, poderosas fontes de ondas de rádio, sejam Estrela de nêutrons. 
Estrela variável: Estrela cuja produção de luz apresenta variações. Algumas variam de tamanho, como as variáveis cefeídas; outras são Estrelas duplas próximas, que periodicamente se eclipsam. Em 1975, mais de 25.000 Estrelas foram classificadas em nossa galáxia. 
Estrela Gigante Azul:Uma estrela gigante azul é uma estrela azul, enorme, muito quente e muito luminosa. Ela não é uma estrela da seqüência principal mas sim uma estrela pós seqüência principal. Estas estrelas, incrivelmente quentes, queimam hélio. Estas gigantes têm o tipo espectral O ou B e são muito raras e muito brilhantes. As estrelas gigantes azuis têm, pelo menos, 18 vezes a massa do Sol. Exemplos incluem Rigel e Regulus.Gigantes Vermelhas: Estrelas maiores que o Sol, e de temperatura mais baixa. Acredita-se que o estágio de gigante vermelha seja alcançado próximo ao fim do ciclo de existência de uma Estrela, quando ela se expande por força da pressão da radiação produzida pelas reações termonucleares ocorridas em seu núcleo. O Sol deverá se transformar numa gigante vermelha semelhante a Arcturus, dentro de mais ou menos 5.000 milhões de anos. As Estrelas que se tornam dezenas ou centenas de vezes maiores do que o Sol são chamadas supergigantes. 
Estrelas Supergigantes:As estrelas supergigantes são estrelas extremamente evoluídas, nos estágios finais de sua vida, ou seja, uma estrela que está prestes a "morrer". Elas possuem uma luminosidade extremamente alta e suas temperaturas da superfície são relativamente frias. Uma estrela supergigante é o maior de todos os tipos de estrelas conhecidas. Seus diâmetros são enormes, chegando a mais de 100 vezes o diâmetro do Sol. Algumas são quase tão grandes quanto o nosso Sistema Solar inteiro. As estrelas Betelgeuse e Rigel são supergigantes. As estrelas supergigantes são raras. Quando as supergigantes morrem elas explodem como supernovas e depois se tornam buracos negros. 
Nebulosa: Massa de poeira e gás em nossa galáxia. Algumas nebulosas são brilhantes, o que resulta da difusão da luz de Estrelas situadas em seu interior. Outras são mais escuras. 
Nebulosa planetária: Massa esférica de gás que, vista através de um pequeno telescópio, apresenta um disco, semelhante a um planeta, o que explica o seu nome. De fato, essas nebulosas nada têm a ver com planetas; acredita-se que sejam as camadas externas de antigas Estrelas gigantes vermelhas que passaram a vagar no espaço; seus núcleos teriam se transformado em anãs brancas. 
Nova: Estrela que está explodindo. Em um único dia, seu brilho aumenta 10.000 vezes ou mais, para depois esmaecer lentamente num período de semanas ou meses. Acredita-se que as novas sejam sistemas de Estrelas duplas nas quais o gás flui de uma Estrela para uma anã branca irmã. Esse gás se inflama e é expelido da anã branca, causando a erupção de brilho. Uma Estrela não é devastada por uma explosão de nova; assim o processo pode se repetir, ao contrário do que se acredita que ocorra com as supernovas.
Pulsar: Fonte de rádio de pulsação rápida que se acredita ser uma Estrela de nêutrons giratória e que emite um feixe de radiação semelhante à luz de um farol. Os pulsares foram descobertos em 1967, e hoje já são conhecidos cerca de 150 pulsares. O pulsar mais rápido pulsa 30 vezes por segundo (centro da nebulosa do Caranguejo) e os mais lentos pulsam uma vez em cada 3 segundos, mais ou menos.
Quasar: Objeto de grande intensidade de brilho, situado num ponto remoto do espaço, e que se acredita ser o centro de uma galáxia em formação. Os quasares são tão pequenos que parecem Estrelas mesmo nos maiores telescópios; mas eles produzem milhares de vezes mais energia do que uma galáxia como a Via-Láctea. Talvez sua energia se origine de um buraco negro gigante existente em seu centro.Supernova: Explosão brilhante de uma Estrela de massa elevada, no fim de sua existência. Numa supernova a Estrela brilha com uma intensidade milhões de vezes maiores do que o seu brilho normal. As camadas exteriores da Estrela são expelidas, formando um objeto como a nebulosa do Caranguejo; o núcleo da Estrela pode se transformar numa Estrela de nêutrons, ou mesmo num buraco negro.
Variável cefeída: Tipo de Estrela cuja produção de luz varia regularmente, à medida que se contrai e se expande. Trata-se de Estrelas gigantes, dezenas de vezes maiores que o Sol, e centenas de milhares de vezes mais brilhantes. A variáveis cefeídas são importantes indicadores de distância na astronomia.
Fontewww.presenteparahomem.com.br/quai-sao-os-tipos-de-estrelas/ 
“O amor resiste à distância, ao silêncio das separações e até às traições. Sem perdão não há amor” (Fábio de Melo - sacerdote brasileiro).

“A vida requer cuidado. Os amores também. Flores e espinhos são belezas que se dão juntas. Não queira uma só. Elas não sabem viver sozinhas” (Fábio de Melo - sacerdote brasileiro).
“A coragem é justamente sentir o medo que enrijece a alma e o poder de enfrentar o desafio serena e positivamente” (Nuno Cobra - professor).
“A curiosidade sobre a vida, em todos os aspectos, é o segredo das pessoas muito criativas” (Leo Burnett - publicitário e executivo norte-americano). 

(Fonte: revistas de palavras cruzadas - Diretas - Coquetel - Desafio Cuca - Difícil)
(Fonte:http://jildati.blogspot.com.br)

22 de out de 2012


Romero Britto, o artista do consumo

Romero Britto, artista pernambucano radicado nos EUA, é o maior expoente no Brasil da Pop-Art, estilo artístico do final dos anos 50 que se baseia no reprocessamento de imagens populares e de consumo, contemplando a linguagem da cultura urbana. Com um traço quase infantil, o artista explora formas geométricas e figuras, usa todas as cores, sempre muito vivas e vibrantes, transmitindo bom-humor, alegria e jovialidade, dando movimento e vida a figuras diversas. Romero não se prende a detalhes, e as imagens que produz são capazes de transportar o observador para um mundo repleto de sonhos e fantasias. E esse é justamente o motivo pelo qual suas obras são constantemente reproduzidas em produtos e na publicidade em geral.


 

Gisele Bündchen e Tom Brady 

De origem simples, começou a desenhar muito jovem, copiando os trabalhos de outros artistas que via nos livros. Pintava de forma autodidata, articulava as composições de forma simplificada e ingênua, mas sempre com cores vivas, de acordo com seu vocabulário visual popular e seu forte sentimento de alegria de viver.

Vendia seus quadros nas ruas de Recife e chegou a pensar na profissão de advogado, mas sua paixão pela arte foi mais forte. 
Por volta dos vinte e cinco anos teve a oportunidade de ir para a Europa, depois foi para Miami nos Estados Unidos, onde pintava paredes e vendia seus quadros pelas ruas para sobreviver.
Suas composições de cores esfuziantes e alegres foram de agrado do público desta cidade. Em 1989, Michel Roux, importador americano da Vodka Absolut viu seu trabalho e o contratou para fazer a campanha publicitária da bebida.


 


Três obras criadas pelo artista foram veiculadas em mais de 60 publicações internacionais, projetando-o rapidamente no cenário mundial. A partir deste acontecimento não cessaram mais os contatos e pedidos.

Parece que sua arte correspondia aos anseios universais de viver mais alegremente, pragmaticamente utilizada para a sociedade de consumo e meios publicitários. Em 1995 fez uma campanha para a Pepsi e teve seus desenhos estampados em 1,5 milhão de latas de refrigerantes, e em 1997 foi contratado para retratar os astros da Disney. Também já desenvolveu trabalhos para as gigantes IBM e Apple. Suas obras vêm sendo estampadas nos mais diversos produtos, embalagens, carros, tecidos e acessórios para a indústria da moda. Atualmente quase toda sua produção é feita sob encomenda. 

Fonte:www.veramoraes.com.b


Para que serve o Horário de verão?

Para que serve o horario de verão
Todo fim do ano com a chegada do verão temos também a chegada do horário de verão o qual causa muita polemica por parte de muitas pessoas, pois temos que levantar uma hora mais cedo, e assim acabamos demorando um pouco para nos acostumar com o mesmo, o que causa alguns transtornos, e quando finalmente conseguimos nos acostumar com o mesmo e regular nossas atividades com tal horário, então o mesmo acaba, e então temos novamente que nos adaptar.
  Mas a final para que serve tantos transtornos? Pois se o mesmo é aplicado em vários estados brasileiros, mas não todos, então não é uma necessidade física, assim se tornando uma necessidade financeira extremamente útil, pois o horário de verão tem como intuito maior estabelecer uma economia de energia.
Pois no verão temos a tendência de dormir mais tarde e tomar banhos mais demorados, assim deixamos a televisão ligada por mais tempo e as luzes também, assim gastamos muito mais energia, mas como horário de verão reduzimos tais consumos pois o sol ainda se apresenta por mais tempo, então não precisamos ascender as luzes, assim acabamos economizando bastante por conta deste simples adiantamento no relógio.

Gangnam Style, a febre coreana chega até os executivos do Google

Esta semana, Eric Schmidt apresentou na Coreia e no Japão o novo tablet Nexus 7. Enquanto o executivo passava pela cidade de Seoul, arrumou um tempo para se encontrar com PSY, criador da famosa música ‘Gangnam Style’ com mais de 200 milhões de exibições em seu vídeo oficial. Além de badalada e maluca, a dança é bem contagiante.