VISITAS...ADOOOORO...

►•◄

10 de set de 2009

Madrinha de Alianças e Florista


Búfalo Africano

O búfalo africano (Syncerus caffer) é um mamífero, herbívoro, que pertence à família Bovidae. É um animal de grande porte que chega a medir até 3 m de comprimento e 1,7 m de altura. Seu peso pode alcançar 900 kg. O búfalo africano é selvagem e é nativo das savanas daquele continente. Embora sejam bem maiores, os búfalos são semelhantes aos bois em sua aparência. Diferente de outras espécies de búfalos, os búfalos africanos têm a pelagem negra. Sua visão não é das melhores, porém sua audição e olfato são apurados. Seus chifres são largos e voltados para trás. Embora sejam da mesma família, o búfalo africano é diferente dos búfalos domesticados, que são criados para corte e produção de leite. Os búfalos domesticados são nativos de outras regiões, como a Índia, as Filipinas e a Itália. O búfalo africano jamais foi domesticado.

Os búfalos habitam a Africa todas as regiões da África exceto a região norte. Esses animais vivem pelas savanas, em planícies arborizadas ou abertas e em bosques. Bebem água duas vezes ao dia, pela manhã e a noite, é próximo a água que preferem descansar. Pastam de dia e a noite, normalmente quando a temperatura está mais baixa. Vivem em manadas, que podem ser pequenas ou enormes. Os machos mais velhos, por exemplo, vivem em grupos reduzidos, de 2 a 5 indivíduos. As manadas maiores podem reunir milhares de búfalos, embora sejam mais comuns grupos de 50 a 500 indivíduos. A hierarquia nas manadas é sempre respeitada pelo grupo, pois entre eles, costumam ser tranqüilos e silenciosos. A reprodução não tem época específica, embora nasçam mais filhotes nas épocas de maior oferta de alimento, ou seja, a época de maior incidência de acasalamento é a época do inicio das chuvas. A gestação dura aproximadamente 340 dias. Em cada gestação nasce apenas um filhote, com o peso próximo a 40 kg. As fêmeas são ferozes na defesa de sua cria. Os búfalos atingem a maturidade sexual, em média, aos 4 anos de idade. Os inimigos naturais dos búfalos são os leões,os leopardos e as hienas, que formam grupos para matar um búfalo adulto. Geralmente atacam filhotes que, por algum motivo, estejam desprotegidos, ou animais feridos. Os leões respeitam os búfalos, tanto que dificilmente um leão, sozinho, ataca um búfalo. É necessário um grupo de leões para atacar um único búfalo, mesmo porque os búfalos sempre estão protegidos por sua manada. É raro o fato de um leão atacar e derrubar um búfalo adulto sozinho. Outros predadores como as hienas e os leopardos, somente conseguem atacar um búfalo novo e que por algum motivo encontra-se desprotegido da manada. Ainda assim, a população destes animais tem se reduzindo ano a ano. A caça predatória e o avanço da agricultura pelas savanas são os principais responsáveis pela diminuição do número desses animais.
CURIOSIDADES
Os 10 animais mais perigosos do mundo. É um búfalo africano, o maior de todos, tanto no corpo, quanto no chifre. O verdadeiro perigo com este animal é quando surge uma manada correndo em sua direção. Difícil de caçar. O búfalo é considerado um dos cinco animais mais difíceis de caçar nos safáris africanos.

Búfalos

Os búfalos são animais domésticos da família dos bovídeos, de origem asiática, utilizados para produzir carne e leite para consumo humano. São classificados na sub-família Bovinae, gênero Bubalus, sendo divididos em dois grupos principais: o Bubalus bubalis com 2n=50 cromossomos, também conhecidos como "River Buffalo" búfalo-do-rio, e o Bubalus bubalis var. kerebau ou Carabao com 2n=48 cromossomos, composto por apenas uma raça, conhecida como "Swamp Buffalo" búfalo-do-pântano O búfalo doméstico nada tem a ver com as espécies selvagens e agressivas do Bisão ou Búfalo Americano, Bos bison bison com 2n=60 cromossomos, nem com o Búfalo Africano, Syncerus caffer caffer, om 2n=52 cromossomos e pertence ao grupo dos big five). O período de gestação dos bubalinos pode variar de 278 a 311 dias, mais ou menos 9 a 10 meses, dependentes da região e da raça considerada.

No Brasil, são reconhecidas pela Associação Brasileira de Criadores de Búfalos quatro raças: Mediterrâneo', Murrah, Jafarabadi (búfalo-do-rio) e Carabao (búfalo-do-pântano)[2]. Os animais da raça Mediterrâneo têm origem italiana, possuem aptidão tanto para produção de carne quanto de leite, têm porte médio e são medianamente compactos. A raça Murrah, de origem Indiana, apresenta animais com conformação média e compacta, cabeças leves e chifres curtos, espiralados enrodilhando-se em anéis na altura do crânio. Jafarabadi, também indiana, é a raça menos compacta e de maior porte, apresenta chifres longos e de espessura fina, com uma curvatura longa e harmônica. A raça Carabao é a única adaptada às regiões pantanosas, e está concentrada na ilha de Marajó, no Pará; teve sua origem no norte das Filipinas, apresenta pelagem mais clara, cabeça triangular, chifres grandes e pontiagudos, voltados para cima, porte médio e capacidade para produção de carne e leite, além de serem bastante utilizados como força motriz. Os Bubalinos têm temperamento dócil, o que facilita sua criação e manejo e se adaptam bem às condições ambientais úmidas. Como sua pele é preta com poucos pêlos também pretos, sofrem muito quando estão sob a luz do sol e, o que agrava ainda mais é a dificuldade que os bubalinos têm de dissipar o calor extracorpóreo, em função do reduzido número de glândulas sudoríparas. Por esse motivo, em seu ambiente criatório, ele necessita de açude ou lago para ficar mergulhado nas horas mais quentes do dia, tendo ainda como coadjuvante para a sua perfeita regulação térmica corpórea, áreas de sombra.